Rute e Noemi

10/15/2014

Disse: porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. (Rute 1.16).
A história de Rute relata um pouco sobre a amizade de duas mulheres, era uma amizade muito diferente e interessante, devido às diferenças entre as duas (uma era gentia, a outra hebréia).
Rute era uma jovem viúva e tava no auge da vida e a Noemi era idosa e não podia mais ter filhos. Duas mulheres sempre unidas mesmo nos momentos difíceis da vida, mas nos momentos de dificuldades, são sustentadas não apenas pelo cuidado de Deus, mas também pela uma enorme extraordinária devoção de ambas as partes, uma amizade sincera, verdadeira, mas principalmente firmada em Deus.
Ninguém gosta de viver na solidão, todos precisam de alguém para compartilhar os momentos bons e ruins da vida. A solidão transmite tristeza, insegurança, depressão, angústia, doenças e muitas outras coisas ruins, ao contrario de uma amizade que nos traz alegria, ânimo, forças pra continuar em meio às dificuldades. O poeta Mário Quintana dizia: “A amizade é um amor que nunca acaba”.
Deus fez o ser humano para 3 finalidades.
1-Amar a Deus acima de todas as coisas;
2-Amar ao próximo como a ti mesmo;
3-Fazer Missões.
Deus se alegra quando contempla os seus filhos em comunhão uns com os outros. A amizade que vem de Deus é sincera, pura, fiel e firmada em Deus. Amigos verdadeiros sempre dão bons conselhos, sabem ouvir quando precisa falar, sabe aconselhar no momento certo.
Jesus ensina amar ao próximo como a nós mesmo, e em Provérbios 17.17 diz que...há amigo mais chegado que um irmão. Na hora das dificuldades o melhor é confiar em Deus e está amparado por verdadeiros amigos.
Amigos verdadeiros são raridades, mas feliz quem encontra um amigo.

Escrito por: Andréia Paula

Veja estes também

0 comentários

Seguidores

Curta-nos no Facebook

Google+